Copa do Brasil

Yuri Pollak Pelbart

 

Sulamericano Juvenil Cartagena 2021

 

O campeonato mais importante do ano para nós, juvenis, foi confirmado pouco mais de um mês antes da data em que ele se passaria. Com isso veio uma grande dificuldade para todos os atletas: levantar, em cima da hora, todo o dinheiro necessário para viajar à Colômbia, e, assim que levantado o dinheiro, mais toda a dificuldade de arrumar a logística que uma viagem de dez dias exige, com apenas algumas semanas de antecedência. Dessa forma, uma delegação que geralmente leva quinze atletas, três treinadores e mais alguns pais, dessa vez contou apenas com três juvenis e um pai.

            Chegando na Colômbia, mais algumas adversidades: o clima insuportavelmente quente, a qualidade ruim da arbitragem, e arranjar por conta toda nossa alimentação. Ainda assim, ao entrar em quadra deixamos tudo para trás e tentamos dar nosso melhor. Dessa forma conseguimos um resultado um pouco abaixo do desejado, porém razoável dadas as circunstâncias. Voltamos para casa com uma medalha por equipes, algo que há anos o Brasil ficava no quase, sempre perdendo nas quartas de final, a apenas um jogo de garantir o bronze.

WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08 (6)
WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08 (6)

press to zoom
WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08
WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08

press to zoom
WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08 (3)
WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08 (3)

press to zoom
WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08 (6)
WhatsApp Image 2021-09-17 at 17.02.08 (6)

press to zoom
1/7